Pro.Benfica

Quinta-feira, 10 Março, 2016

Jorge Jesus, o motivador e congregador

Filed under: Benfica, Jorge Jesus, Rui Vitória — pro.benfica @ 18:23

Vamos por partes.

O Benfica foi a Alvalade derrotar o Sporting, num misto de competência e «sorte». Para ser sincero, não gostei dos últimos 45 minutos: não gosto da equipa enfiada lá atrás a defender. Todos os esquemas são bons desde que resultem, mas aquilo foi um sufoco e, só por incompetência de Ruiz, estamos hoje, os benfiquistas, sentados no primeiro lugar do pódio. Bom, seja como for, acalmámos os sportinguistas, que anteciparam a quarta vitória sobre o SLB na presente época e, eufóricos, contavam já com o título nacional no bolso.

A realidade foi bem diferente, porém. O Benfica é hoje o comandante da tabela.

Ontem, ao final da tarde, mais um momento de euforia: triunfo frente ao Zenit, depois de estar a perder por um a zero até aos 85 minutos.

Nada está ganho. Muito longe disso. O Benfica está a competir com um  Sporting que está a apenas a dois pontos de distância, concentrado apenas numa competição – a Liga -, envolvido na Liga dos Campeões e na Taça da Liga, onde o aguarda uma meia-final frente ao Braga.

Será uma reta final recheada de jogos decisivos uns em cima dos outros. O plantel não é rico, bem longe disso, e pode não dar para tudo. Há que fazer opções (não como Jorge Jesus fez no Sporting, abdicando voluntariamente de tudo exceto a Liga, sem dar luta), mas o campeonato é a competição central.

Por outro lado, apesar do momento que atravessamos, continuo a não considerar Rui Vitória o técnico «ideal» para o clube. Porém, desde há algum tempo (quando andávamos perdidos lá para trás na classificação) estou ao seu lado e desejo ardentemente que consiga ser campeão e, com ele, todos nós. E, além da razão central (o Benfica vencer), o motivo que me leva a estar do seu lado é… Jorge Jesus. A forma miserável e canina como o nosso defunto que se recusa a morrer tratou, ao longo da época, Vitória, o que disse sobre ele, a baixeza que revelou levaram-me a estar ao lado de Vitória incondicionalmente. E, comigo, «alinham» milhares de benfiquistas que, não estando de acordo com a contratação de Vieira, se uniram em torno do atual treinador.

Do alto do seu egocentrismo e da sua burrice, Jesus foi o fator essencial para a arrancada do Benfica. Tenho a certeza de que os próprios jogadores, por mais que (uns mais, outros menos) guardassem as melhores recordações do ex, repudiaram o vómito produzido a partir da Reboleira e terão sido os primeiros a dizer «Basta!» e a unirem-se em torno do seu atual técnico.

Se o Benfica vier a ser campeão, alguém, no momento da celebração, deveria chegar junto de um microfone e agradecer à direção, à equipa técnica, aos colegas, aos sócios e adeptos e… ao nosso ex-treinador, pela força que transmitiu e forma como fomentou a UNIÃO. Obrigado!

Anúncios

Domingo, 6 Março, 2016

Ir de vela

Filed under: Jorge Jesus, Sporting — pro.benfica @ 2:16

Jorge Jesus e o Sporting hoje foram de… barco(s).

 

PS – Para memória futura: o Sporting contratou, em janeiro, um argentino de 30 anos chamado Barcos.

Juízos…

Filed under: Benfica TV, Clássicos, Jorge Jesus, Sporting — pro.benfica @ 1:46

Jorge Jesus mostrou mais uma vez, na conferência de imprensa, mau perder e falta de chá. Diminuir os outros quando não se lhes consegue sobrepor é diminuir-se, antes de mais, a si mesmo. Mas ele não o percebe, não consegue alcançar que, se é tão superior aos adversários e se não os consegue derrotar, a sua incapacidade é o que avulta.

Como não poderia deixar de ser, os considerandos sobre o jogo e a vitória do Benfica abundam por todo o lado.

Pois bem, alguém que explique a essa gente o seguinte: juízo de facto: o Benfica venceu o jogo e levou os 3 pontos; juízo de valor: o Benfica jogo como equipa pequena e o Sporting merecia ganhar. E, já se sabe, contra factos não há argumentos… ou azia que valham.

Um momento Jesus

Filed under: Jorge Jesus — pro.benfica @ 0:30

Jorge Jesus, após o Sporting – 0 Benfica – 1:

“Parabéns aos jogadores do Sporting, porque perdemos.”

Sexta-feira, 4 Março, 2016

De tudo a… um

Filed under: Jorge Jesus, Sporting — pro.benfica @ 18:00

19305240_3fCR8

Segunda-feira, 21 Dezembro, 2015

Jorge Jesus, treinador leonino do ano

Filed under: Jorge Jesus, Sporting, Uncategorized — pro.benfica @ 16:44

É absolutamente ridículo, algo só digno de gente ainda mais ridícula.

Jorge Jesus recebeu o prémio de melhor treinador leonino de 2015. No fundo, é um prémio sportinguista totalmente dedicado ao Benfica. Ao serviço dos leões, o homem ganhou a Supertaça nacional e três jogos frente ao Benfica. Além disso, é segundo no campeonato, foi afastado da Liga dos Campeões, onde nem chegou a pôs os pés (mau hábito levado do Benfica) e foi afastado da Taça de Portugal, na quarta-feira, pelo Sporting de Braga. O triunfo na Supertaça vale o encómio? Aparentemente, sim. Porém, de repente, lembro-me do técnico do hóquei, que conseguiu trazer a Taça Cers e a supertaça portuguesa (isto das supertaças é mesmo troféu de Alvalade), com uma equipa de segunda apanha.

Em suma, este prémio é ridículo e não há nada (mesmo as razões «políticas» que adivinhamos lhe estão na génese) que o consigo suportar. Porém, no reino leonino batem-se palmas.

Entretanto, o Sporting perdeu o caso contra a Doyen, relativo à transferência de Rojo para o United, no TAS. Obviamente, já saiu mais um comunicado de Bruno de Carvalho, melhor, uma postadela no Facebook. Como seria de prever também, nada se diz de sustentado ou com conteúdo. Há apenas um babujar de tretas e um empurrar com a barriga para a frente, como este sujeito é useiro e vezeiro. O leão continua a confiar e a aplaudir. Força nisso.

Bruno de Carvalho é um demagogo, um populista para lagarto comer cegamente, um anti-benfiquista primário. Tem todo o direito a defender e lutar em prol do Sporting, a defendê-lo com unhas e dentes. Nada a obstar. Porém, o que o homem nos trouxe foi apenas prejuízo para o futebol e o desporto em geral: arrogância, conflito, mentira, falsidade, ignorância, falta de caráter. Basta relembrar o caso Marco Silva. Está nele todo um programa sobre o modo de funcionar desta criatura.

Olhando de fora, ou temos ali um Pinto da Costa vestido de verde e sem alguns dos vícios do senhor do Norte, ou o coveiro definitivo do Sporting. E, se (ai, a teoria dos «ses») o Sporting não for campeão este ano, é muito possível que algo de grave, muito grave, aconteça em Alvalade.

Quarta-feira, 30 Setembro, 2015

O valor do amor leonino de Jorge Jesus

Filed under: Jorge Jesus — pro.benfica @ 23:46

Há um novo sítio da Internet dedicado à revelação de fugas, neste caso ligadas ao futebol. Foi graças a ele que hoje surgiu a público o contrato assinado por Jorge Jesus, a 5 de junho, com o Sporting.

Ficámos, assim, a saber que o homem vai receber 5 milhões mais 4 euros.

Esses 4 euros serão o valor do amor ao Sporting que, segundo Bruno de Carvalho, levou Jesus a assinar pelo Sporting.

Os restantes 5 milhões são bagatelas…

Quarta-feira, 19 Agosto, 2015

A guerra Benfica – Jorge Jesus e o corno em defesa

Filed under: Benfica, Bruno de Carvalho, Jorge Jesus, Sporting — pro.benfica @ 0:48

O assunto é conhecido por todos: a indemnização pedida pelo Benfica a Jorge Jesus por suposto incumprimento de contrato.

Até aqui, tudo «bem». É uma questão jurídica, não percebo patavina do assunto, não sei quem tem razão, por isso os tribunais que se ocupem do assunto.

O que começa a estar torto é a intervenção de João Gabriel. O que o sujeito veio dizer – e não é a primeira nem a segunda vez que se pronuncia nestes termos desapropriados, para ser simpático – era de todo dispensável. Basta ler o que defecou através da boca para se perceber a razão do seu (não) silêncio. O (meu) Benfica não é isto: não é má educação, não é agressividade, não é GUERRA. Ao contrário de outros que não sabem viver senão desta forma, este clima que se repete dia após dia tira-me grande parte da vontade de participar nesta esterqueira.

Como não poderia deixar de ser, a merda atrai merda e eis que salta à liça o inefável Bruno de Carvalho com mais uma bostadela na sua página de Facebook. Não tenho dúvidas: o dejeto que o homem aí produziu vai deixar excitados os adeptos do Sporting, pelo menos aqueles que veem isto como uma guerra (lá está…).

No fundo, João Gabriel e Bruno de Carvalho estão bem um para o outro neste disputa: merda versus merda. Nenhum deles, ao contrário do que eventualmente pensará, serve o desporto, o futebol ou os seus clubes. Clubes esses que merecem outra gente, com outra estatura, com outro nível.

Voltando a Gabriel, que é a figura que mais me interessa (?), se ele não tem o discernimento necessário para perceber a miséria de tom e de mensagem que proferiu, há alguém na estrutura que o deve fazer entender: Luís Filipe Vieira. Esta gente – toda – tem de perceber que eles não são o Benfica, que o Benfica é uma instituição que se deve pautar por outros valores que não estes. Se os adeptos dos outros clubes se reveem nestas posturas, ótimo para eles. O Benfica tem de ser diferente.

O meu Benfica, pelo menos. Mas eu não sou O Benfica.

Segunda-feira, 17 Agosto, 2015

Benfica não pagou mês de Junho a Jorge Jesus

Filed under: Jorge Jesus — pro.benfica @ 15:09

Bom, Luís Filipe Vieira até foi muito condescendente.

Se é verdade que o homem tecnológico andava em conversinhas secretas com o Sporting desde dezembro, o presidente do SLB deveria ter-lhe pago apenas metade do ordenado mensal desde aí, cabendo a outra metade aos rapazes dos toldos de praia às tiscas.

Quarta-feira, 12 Agosto, 2015

Jorge Jesus, o revolucionário da Matemática

Filed under: É só rir, Jorge Jesus — pro.benfica @ 5:45

10 + 5 + 1 dá 15… errrrrrrrrr… enfim, é fazerem as contas…

Older Posts »

Create a free website or blog at WordPress.com.